O dia que a Day desapareceu ~ O Blog das 30 Au Pairs

Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

terça-feira, junho 05, 2018

O dia que a Day desapareceu


    Essa é uma historia engraçada do meu intercâmbio, mas que na hora, foi também apavorante. Embarquei para os Estados Unidos com um grupo bem grande de brasileiros, cerca de 20 ou mais pessoas. Naquele tempo ainda usávamos Orkut, facebook estava começando.
   Eu tinha amizade com várias meninas, antes mesmo do embarque, mas naquela época não tinha grupão, grupão brasil e outros grupos de au pair. Não lembro exatamente como encontrei as meninas, talvez por comunidades do Orkut, lembram? Conheci muita gente por lá e uma delas foi a Day, que ia embarcar algumas semanas após o nosso grupo.
    Meu “grupinho” todo conhecia a Day, e lembro que naquela época, ela ia cuidar de bebês gêmeos e morar em uma cidade costeira de Massaschusetts.

    Dia do nosso embarque foi a maior festa (após o chororô da despedida). Sem ter ideia do tamanho do aeroporto de Guarulhos, combinamos de nos encontrar na frente do Mc donalds (que provavelmente tem vários, ou não). Aos poucos as meninas foram chegando, e era aquela festa! Depois que entramos na sala de embarque, fizemos um vídeo onde cada uma chegava perto da câmera e falava o nome e a cidade/estado para onde ia (tenho esse vídeo até hoje)!
Embarcamos, ficamos no treinamento durante a primeira semana e aí cada um foi para a sua “hostcasa”.
    Como falei, muita gente que embarcou comigo conhecia a Day, sabia para onde ela ia e das suas futuras kids (que ela tinha mandado foto, por sinal).
   
    A Day “embarcou”, fizemos até chamada de voz e lembro que uma das vezes, ela teve que desligar correndo, pois um dos babies estava chorando. Ela vivia falando dos Babies, de como eram fofos e que os hosts eram ótimos!!
Até que um dia, um belo dia, eu já estava de rematch e vi o post de uma au pair na comunidade (que não lembro se era comunidade, mas deve ser) dizendo que tinha combinado de ir passar uns dias na casa da Day, ela (a Day) tinha ficado de buscar essa menina na parada de ônibus, mas já era noite e nada, e os telefones não atendiam!
    Cadê a Day?!?!?!
    Nesse dia, percebi que bastaaante gente conhecia ela. Procuramos (eu estava de rematch e estava passando uns dias na casa de uma amiga) ela no Orkut, mandamos mensagem, mensagem no Messenger e novamente nada! Eu só conseguia pensar naquela menina sozinha na parada do ônibus.
Nosso grupinho que “conhecia” a Day ficou todo em alerta, procurando, mandando mensagem e ninguém achava a menina! Aí então tive a ideia de mandar uma mensagem para a minha LCC, que era (é)  um anjo e perguntar!       
    Nessa hora já estávamos pensando no pior, que alguma coisa grave podia ter acontecido. A LCC ligou e fui passando os dados da família e da Day,data de embarque,  até que a LCC solta a bomba: Espere! Não temos dados compatíveis com as suas informações. Família com gêmeos nessa cidade não confere e esse nome não consta aqui nas informações das au pairs dessa região. Ficamos em choque! Algum tempo depois, uma outra amiga que também estava nesse estado vem com o veredito final: vocês ficaram sabendo que a Day não existe?!      Eu demorei para processar aquela informação. Como assim? Existe sim, eu a vi, conversei com ela (santa ingenuidade kkkk). Quem era aquela pessoa com quem eu conversava  por vídeo chamada, quem eram aquelas crianças que ela mostrava fotos?
    
    Depois disso, a ficha começou a cair! Ninguém nunca tinha visto os bebês da   Day pela câmera, sempre estavam dormindo ou saído com os hosts ou os hosts não queriam que mostrava (mas foto podia). Ela sempre falava de um cômodo escuro, onde mal dava para enxerga-la. A Day realmente não existia, era uma pessoa que havia criado essa história, que tomou grandes proporções.
    Vira e mexe eu me lembro dessa historia e de como essa menina conseguiu enganar todo mundo, inclusive uma outra au pair que viajou para outra cidade.
    Não sei o que aconteceu com essa au pair que foi para lá, se alguém a acolheu, provavelmente sim, mas essa foi outra história marcante do meu intercâmbio que queria contar para vocês!

    Histórias diferentes, assustadoras e curiosas não faltam no nosso intercambio, né?!
    Espero que gostem!!
    Abraços
Júlia B Benedini

Share:

2 comentários:

  1. Gente que bizarro, fico pensando se essa tal Day não era uma pessoa maldosa e o que teria feito com a menina que foi encontrá-la? VOcê não tiveram nem noticias dela depois.... Meu Deus como existe gente louca nesse mundo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca mais... Ela simplesmente desapareceu! Eu acho que era alguém que usava nome falso na internet, começou a mentir, se enrolou na própria mentira e depois não conseguiu mais sair dela. Ou tem algum problema emocional, aqueles que a pessoa mente compulsivamente...
      Temos que tomar bastante cuidado, né?!
      Beijos!!

      Excluir

Follow by Email