Eu quero o meu visto! ~ O Blog das 30 Au Pairs

Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

domingo, setembro 30, 2018

Eu quero o meu visto!

Vamos falar de um assunto super importante?

 A TÃO TEMIDA ENTREVISTA NO CONSULADO!
Como é a entrevista? Quais perguntas o cônsul faz? O que devo responder?
Todos nós já passamos ou iremos passar por essa situação, eu pessoalmente quase desmaiei de ansiedade antes da minha, mas vem comigo que eu vou contar tudo pra vocês.

Pra começar eu tive que reagendar a minha entrevista umas duas vezes pelo simples motivo de: Eu não achava passagem de avião pra SP num preço bom e eu não queria voltar de ônibus. Imagina eu, com o visto negado, chorando e encarando 9 horas dentro de um ônibus de viagem, não, obrigada.
Quando achei uma passagem super em conta, 92 reais ida e 92 reais a volta, decidi deixar para comprar no dia seguinte, e adivinhem... Óbvio que o preço aumentou, e muito! Então fiquem com essa dica, quando acharem uma passagem com preço bom, COMPREM!

Aprendendo com os meus erros comprei a passagem mais barata que encontrei mas mesmo assim ainda era cara. Acabei tendo que comprar só uma passagem de avião de volta e decidi encarar a ida de ônibus mesmo, como marquei a minha entrevista às 8 horas da manha, peguei o ônibus que chegava em SP às 5 horas, melhor chegar mais cedo do que chegar tarde. Ainda bem que fiz isso, pois eu praticamente andei em todas as linhas de metro, me perdi, tive que ir ao banheiro então demorou demais. Pra vocês terem uma ideia, comecei na linha azul (Tietê) e fiz baldeações até a linha lilás, basicamente fiz uma tour em SP de metrô/trêm.

Saí da estação próxima ao consulado e o frio na barriga já estava a mil, eu tinha tentado comer algo só pra não morrer e foi dinheiro jogado fora, não estava com cabeça pra isso. Comecei a andar em direção ao consulado e eu sabia que estava perto, pois os comércios tinham nomes relacionados à viagem, visto e ao consulado. Socorro deus!!!!
Você vai saber quando chegar na rua consulado, lá tem vaaaarias pessoas te oferecendo armários para guardar os seus pertences (no consulado não pode entrar com mochilas, celulares, fones, nada!), tem armários de 5 reais até 30 reais, então fiquem atentos! Eu fui no de 5 reais, óbvio.

Portaria do consulado de SP


Depois de deixar a minha mochila, fui para porta de entrada do consulado, lá eles olham só o seu passaporte te encaminham pra outra pessoa que vai olhar o seu passaporte de novo e te mandam pra uma fila. O que não falta la dentro é fila. Como ainda eram mais ou menos umas 7:30 da manhã, me mandaram pra uma fila do agendamento das 8 horas. Fiquei lá repassando as perguntas e respostas, mentalizando que o visto já era meu, e morrendo de ansiedade. Nessa altura do campeonato as dores de barriga, enjoo, frio na barriga tomavam conta de mim.

Após essa fila, fui pra um balcão e lá pedem o nosso DS, comprovante de agendamento e visto, te direcionam pra outra fila e nessa fila você vai colocar todos os seus pertences numa bandeja e passa pelo detector de metais. (Não se esqueçam de pegar os seus objetos de volta, eu já estava indo sem os meus). Depois do detector andei até uma espécie de galpão e adivinhem? Mais filas. Tive que ir pra uma fila entregar o meu passaporte e DS a moça digitou varias coisas, pegou as minhas digitais e fui pra outra fila, A FILA.

Na fila da entrevista todo mundo estava munido de pastinhas, documentos e a cara tensa, o nervosismo era bem visível. As entrevistas começam as 07:40 da manha, e eu devo ter ficado lá por mais ou menos uns 10 minutos esperando e me segurando para não chorar de ansiedade. Algumas pessoas já estavam com os olhos cheios d’água, o que me deixava mais nervosa ainda, eu tentava me focar nas minhas respostas e aparentar o mais calma possível, mas não estava dando muito certo. Quando a fila finalmente começou a andar a cada passo que eu dava era um calafrio diferente, já sentia que ia desmaiar ali mesmo e passar vergonha na frente daquela galera toda.

Chegou a minha vez, fui pra fila do meu guichê, um guichê tipo aqueles de metro, com a pessoa atrás do vidro falando através de um microfone, que inclusive, da pra todo mundo lá ouvir, ou seja, já sabia que se o meu visto fosse negado geral ia saber, até por que eu sairia chorando igual louca. 
Esse não é o de SP, mas vocês podem ter uma ideia de como é

Fiquei ouvindo a entrevista da senhora a minha frente, o cônsul super simpático, sorridente e eu já fiquei mais calma, ok, não era possível que ele iria me negar o visto, olha que fofura ele. Aí a senhora não conseguia colocar as digitais no visor, ela não pressionava o suficiente e eu querendo gritar pra ela ir logo por que eu estava prestes a ter um derrame ali mesmo, pelo amor de jesus cristo mulher! O cônsul teve que chamar um assistente para auxiliar a senhora e eu já imaginando que a veia estava acabando com a paciência do cônsul e com as minhas chances, eu queria rir pra não chorar. Finalmente a entrevista dela acabou e deve o seu visto aprovado, ok, eu ainda tinha chances.

Antes de narrar a minha entrevista, gostaria de explicar uns pontos, eu treinei varias possíveis perguntas, que irei deixar no final do post pra vocês e decidi que era melhor eu ser “curta e grossa”, mas não sejam grossas pelo amor de god, é modo de falar! Eu prefiro responder o básico e deixa-los insistirem na questão, se quiserem, do que dar informação demais e acabar falando merda.

Cheguei toda sorridente e dei bom dia pro cônsul, já entregando o meu passaporte e DS e não sei o que aconteceu comigo mas eu fiquei bem calma na hora, sei lá por que:

(Algumas perguntas podem ter ficado de fora devido ao meu nervosismo e minha memoria lixo, mas basicamente foi assim a conversa).

Eu: Bom dia!
C: Bom dia! Vai ser au pair?
Eu: Sim
C: Quanto tempo pretende ficar lá?
Eu: Um ano (quero ficar dois, mas achei melhor falar um mesmo)
C: Pra onde você vai?
Eu: Springfield, Virginia
C: Ah que legal, vai cuidar de quantas crianças?
Eu: Duas
C: Quantos anos?
Eu: 7 anos
C: Gêmeas? (Fazendo cara de “que treta em”)
Eu: Sim (Dando sorrisinho sem graça. Me da esse visto logo senhor)
C: O que você pretende fazer quando voltar pro Brasil? (essa é a pergunta que eu mais temia por que eu não tenho nada que comprove os meus vínculos com o BR)
Eu: Pretendo terminar a minha faculdade que iniciei antes de iniciar o meu Au Pair e graduar em Direito Internacional (MENTIRA! Ainda sou uma perdida que não sabe o que quer fazer da vida)
C: Você já trabalhou com crianças?
Eu: Já
C: Em inglês, me fale das suas experiências com crianças (Nisso ele já estava carimbando o meu DS e eu mal consegui me concentrar pra falar das minhas experiências)
Meudeus do céu eu saí de lá bamba de tanto nervosismo, mas feliz e ainda queria chorar, mas agora de felicidade.
Basicamente foi isso, eu estava esperando uma entrevista toda em inglês e não foi isso que aconteceu, melhor ainda. O cônsul não pediu nenhum documento mas por via das duvidas eu levei todos os documentos possíveis.

No final não foi o bicho de 7 cabeças que imaginei que seria, o medo de ter o visto negado é muito grande mesmo mas as chances disso acontecer são bem pequenas.

E como prometido, aqui estão as perguntas que estudei, achem a melhor maneira de responde-las para não se embolarem na hora, pra vocês terem uma ideia, durante a minha viagem de ônibus, eu acordei de madrugada e como não consegui dormir, comecei a treinar as minhas respostas.

Mas a dica mais importante que dou é, tentem manter a calma, isso é essencial!
  • ·         What would you do if an emergency happened with the children?
  • ·         Did you talk with the family? Do you keep contact with them? Do you have contact with your family?
  • ·         Where will you live in United States?
  • ·         What state will you go? Where will you go?
  • ·         Do you live with your parents?                                                                            
  • ·         What are their jobs?
  • ·         Who's paying your trip?
  • ·         Do you have a sister or brother? What do they do?
  • ·         Do you have experience with children?
  • ·         Did you take care of kids?
  • ·         Have you ever work with kids before?
  • ·         Where?
  • ·         What did you do there?  
  • ·         Do you study?
  • ·         Are you graduated?
  • ·         When did you graduate?
  • ·         Which university did you do? Which course?
  • ·         How long will you be in u.s?
  • ·         Do you have any relatives in the usa? Are your parents living there? Do you have friends there?
  • ·         How did you heard about the program?
  • ·         Why would you want to improve your english?
  • ·         What do you currently do? Do you study or work? What do you do?
  • ·         It's easy to get jobs in your area?
  • ·         Why do you want to live in the usa?
  • ·         What are your plans when you come back? What you want to do when your return?
  • ·         Why do you want to be an au pair?
  • ·         Tell me about your family.
  • ·         Have you had experience caring for children?
  • ·         How many kids you are going to take care?
  • ·         Have you ever been to the usa?
  • ·         How old are you?
  • ·         What is the purpose of your trip?
  • ·         Do you have contact with the host family?
  • ·         What do your host parents do?
  • ·         What did your parents graduted?
  • ·         Do you speak english?
  • ·         Are you single or married?
  • ·         Do you have children?
  • ·         Why do you think that english is important in your area?
  • ·         What is the purpose of your trip?
  • ·         Why do you want to be an au pair?
  • ·         How long do you plan stay in the usa?
  • ·         What will you do when you come back to brazil
  • ·         Have you ever traveled abroad?
Até o mês que vem e boa sorte com o seu visto!!!!






Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Follow by Email