SER PARTE DA FAMÍLIA?! ~ O Blog das 30 Au Pairs

Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

sábado, setembro 08, 2018

SER PARTE DA FAMÍLIA?!


Olá people!

Eu sou a Bárbara, nova colunista do blog e sou au pair em Davis- Califórnia. Acabei de me mudar de North Carolina pra cá com a mesma host Family e vou falar um pouquinho desse assunto tão polêmico e recorrente que é ser parte da família!

A ideia de ser parte da família pode parecer ótima: Viagens, bons restaurantes, parques e etc. Tudo grátis! Mas será?! Esse post contém experiências pessoais e de outras (os) au pairs que podem te ajudar a fazer escolhas antes mesmo do embarque ou durante o programa.

image.png

Ser (ou não) parte da família já foi tema de inúmero posts e perguntas no grupão das quais eu, particularmente, sempre preferi me abster de comentar. Algumas em processo de match com a ideia de que ser parte da família vai ser ótimo, outras durante o programa que só tem elogios para a host Family e outras que tiveram péssimas experiências.

Minha experiência pessoal: desde o meu primeiro Skype eu fui convidada a participar de viagens em família, participar dos passeios de barco, jantares e qualquer outro programa que eles fossem fazer, eles também me deixaram livre para recusar se eu não quisesse mas, expressaram claramente que minha companhia seria sempre bem-vinda. O mesmo acontece com outros (as) au pairs e eu pessoalmente acho isso bacana da família, mas existem controvérsias.

O primeiro ponto negativo é  que você pode se sentir trabalhando o tempo todo, mesmo estando off porque você está ali, as crianças estão ali e acaba sendo automático você interagir com as kids ou impedir que eles se matem. 


Outro ponto a se pensar e estar alerta é nos casos  em que host families usam ser "parte da família" para abusar da sua boa vontade, como? Trabalhando extra sem receber, fazendo pequenos favorzinhos (que vão se tornando cada vez mais frequentes), burlando regras do programa e do seu contrato de trabalho e etc. Claro que nada vem assim tão rápido e de supetão, é um "esqueci a roupa da secadora, você poderia tirar por favor?", "vamos fazer uma viagem em família, você precisa vir conosco mas não terá um schedule definido" e os famosos "do you mind?" Ugggghhhhh.


Mas calma! porque se você tem uma boa host family, que te considera como um ser humano e não tenta tirar vantagem de você, valorize! Um dos pensamentos dos meus host parents  e que não é tão comum quanto deveria entre host families é que os filhos são o maior tesouro deles e então eles devem tratar muito bem a pessoa que cuida deles. 

Esse mesmo pensamento os impulsiona a me considerar parte da família SIM, me levar a restaurantes finos quase que semanalmente e sempre me convidarem para as viagens e programas em família. 

Sim, é isso mesmo que você leu! Eu sou considerada parte da família, já viajei em família, faço programas em família as vezes também e tenho uma ótima relação com meus host parents que são pessoas boas, nunca perfeitos, mas bons! E eu tenho alguns segredinhos para não me incomodar com a parte negativa dessa tour, ai vai:

- ATIVAR O MODO PLANTA: O modo planta deve ser ativado todas as vezes que você estiver off e estiver hanging out com a HF, é o simples fato de não se importar se as kids estão se matando ou não, simplesmente finja que não está vendo, continue de boa e curtindo o rolê, lembre-se: não é sua responsabilidade manter eles vivos e entretidos no seu tempo off.

- SEJA SINCERO (A): Se a sua host family tenta te enganar com "ser parte da família" seja verdadeiro (a) e diga que não concorda, diga que é contra as regras do programa, diga que certos favores não fazem parte das atividades de au pair. Quanto mais você guardar pra você, pior será! então encontre uma maneira de conversar sobre tudo o que te incomoda.

- SAIBA DIZER NÃO: mesmo que sua host family seja maravilhosa, incrível e um amor, sempre se coloque em primeiro lugar! Se o rolê não vai ser legal pra você ou se você já tem planos, diga não educadamente mas diga! você não é obrigado  (a) a fazer nada que não queira e isso não vai ou não deveria ferir os sentimentos dos seus fofos.

O fato é que nossa verdadeira família é e sempre será aquela que está no nosso país de origem e sentimos tanta saudade! Nem mesmo eles são perfeitos, tem seus defeitos mais isso não muda nada. Então por maior que seja a convivência, a Host Family nunca será a sua (ou a minha) família de verdade e é fato que haverá frustrações e imperfeições nessa relação.

Cada família tem suas particularidades, cada au pair tem suas particularidades também, mas comunicação e respeito são princípios básicos para qualquer boa relação na vida, independente de cultura. Existem pontos positivos e negativos em ser parte da família, então o ideal é encontrar um equilíbrio e manter tudo num nível saudável tanto para você quanto para eles. 

image.png


Espero ter ajudado people! 


Best Wishes.



Insta: @barbaramtcostaa

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Follow by Email