Seus sonhos e de mais ninguém ~ O Blog das 30 Au Pairs

Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

quinta-feira, setembro 13, 2018

Seus sonhos e de mais ninguém

Oi gente, meu nome é Elisa, tenho 22 anos e agora também faço parte do Blog das 30 Au Pairs. Vou estar aqui com vocês todo dia 13. Como primeiro post, vou falar um pouco sobre minha caminhada até chegar aqui como Au Pair na Philadelphia. Ao longo dos posts espero poder ajudar vocês com as dúvidas que tiverem sobre o programa. 

Image may contain: Elisabete Padilha, smiling, sky, tree and outdoor
Independence Hall - Philadelphia

Tudo começou no início da minha universidade, sou formada em Comércio Internacional e durante nosso curso, deveríamos ter uma experiência internacional para podermos nos formar. Foi aí que comecei a pesquisar sobre os tipos de intercâmbios existentes e participar de palestras com alunos do curso que já haviam feito algum. Então conheci o Au Pair com uma menina que tinha ido e amado a experiência, fiquei um bom tempo pensando se eu faria ou não.

Acabei por não fazendo antes de me formar, pois não sabia se era exatamente isso que eu queria e não me sentia pronta para ter uma responsabilidade dessas no momento.

Me formei em dezembro de 2016 e comecei a trabalhar na minha área em algo que eu amo, porém ainda sentia que alguma coisa estava faltando. Eu ainda não havia realizado meu sonho de fazer um intercâmbio. Então voltei com a ideia de ser Au Pair, comecei a ir atrás de agências e cotações no segundo semestre de 2017.

A minha agência é a Experimento, representante da APIA (AuPair in America) no Brasil. Escolhi não por preço, não por recomendação, mas por que foi onde me senti melhor e onde eu achava que iria ter a melhor assistência.
No dia 13/11/2017 (meu aniversário) me dei um presente e assinei o contrato com a empresa. Mesmo sabendo que eu só teria tudo ok para entregar meu application em abril, resolvi fechar para já ir me organizando com custos e não desistir mais. Como não tinha CNH ainda, na metade do mês dei entrada na carteira.

Em abril entreguei meu application e fiquei online apenas no final de maio. Meu maior medo era não ter fluxo de famílias por não ter muito tempo de habilitação, mas pra minha surpresa a primeira família apareceu só um dia depois. Então, não tenha medo do seu fluxo ser pequeno por conta disso, capriche no resto para as famílias vão ver suas melhores qualidades.

A primeira família que entrou e que eu conversei, eu já amei, eles precisavam ser meu match, eram de Chicago, dois meninos de 1.5 e 3.5. No dia seguinte entrou uma família da Califórnia (que sonho) menina de 11, menino de 8 e um baby a caminho. Só que eles me enrolaram tanto com o Skype, que acabei fazendo só com o pai e as coisas não fluíram. Dois dias depois entrou A família no meu perfil, a minha família, aquela que eu senti o tão aguardado feeling (SIM, ele existiu pra mim). No dia seguinte eles me pediram o match, só que eu tinha mais um Skype com a família de Chicago e pedi um dia para responder e já aproveitei para tirar dúvidas.

No segundo Skype com a primeira HF eu já não me sentia do mesmo jeito, já estava com os outros na cabeça haha e foi assim que nem em uma semana online, fechei meu match.

Embarquei dia 15/07/2018 e aqui estou eu, morando no subúrbio da Philadelphia, cuido de um baby boy de 2 anos que é a minha paixão e de gêmeas de 10 anos. Meu schedule é só com ele, mas com muitos cuidados por conta de alergias à comidas super agressivas.

Eu sou aquela menina que deixou pra trás um grande amor - 3 anos e meio ❤, que deixou um trabalho na área de formação e veio realizar um sonho de viver uma nova cultura e crescer. Então se uma coisa que tenho para dizer é: não tenha medo de viver os teus sonhos, ninguém deve te impedir de realizá-los, se você se arrepender, pelo menos pode dizer que tentou.

Estou muito feliz em compartilhar minha experiência com vocês. Quando estava no processo procurava todo dia posts em blogs para me ajudar, espero poder ajudar também. Sem falar que estou só no comecinho dessa louca jornada, vai ser maravilhoso voltar aqui e rever como foi.

Um beijo e fiquem bem.

Elisa
Share:

4 comentários:

  1. Que legal a tua história! Me formei também em 2016, trabalho num lugar legal e sinto o mesmo que você: tem alguma coisa faltando. Em março desse ano decidi que faria esse intercâmbio (que já conhecia desde 2015), e estou online pela APIA aguardando a família ideal. Sempre acompanho esse blog e fico feliz que os dias que estavam vazios estejam sendo preenchidos novamente. Até o próximo dia 13, Elisa, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A família ideal pra ti vai aparecer! Boa sorte na tua caminhada. Beijoos

      Excluir
  2. Olá, Elisa!

    Tambem fui aupair na região de Philly, de 2014 a 2016, e morei em Swarthmore. Me emociona tanto sempre que encontro alguma menina que está sendo aupair lá também Fui MUITO feliz aí e só consigo pensar no quanto quero visitar, logo, logo logo. Voltei pro BR em abril do ano passado e não se passa um dia sem que eu lembre de algo daí.
    Seja feliz, aproveite, te desejo um programa cheio de felicidade, de viagens, de aprendizado. Que você possa amar minha Philly como eu.

    um forte abraço,

    Tânia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Philly é só amor! Hoje não me vejo em outro lugar. Muito obrigada por essa energia linda. Beojos

      Excluir

Follow by Email