O primeiro looping ~ O Blog das 30 Au Pairs

Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

terça-feira, abril 16, 2019

O primeiro looping

Oi pessoal, tudo bem?

Venho direto do meu primeiro looping pra contar um pouquinho como estão sendo os primeiros dias, primeiras impressões...

Eu estou me sentindo bem à vontade, pra ser bem sincera. Minha host family é bem bacana, me tratam bem, perguntam se eu quero algo no mercado... Minha kid é uma fofinha, e o novo baby pode chegar a qualquer momento! As vezes eu até esqueço que estou em outro país, falando outra língua, tem horas que o cérebro trava e a palavra não sai ou sai em português, assim como às vezes estou falando em português e saem umas frases em inglês ou ainda quando a gente quer contar uma história e falar sobre a vida, nem sempre conseguimos achar as palavras e as vezes até rola uma mímica hahahha

Até agora sem conflitos, sem grandes preocupações, mas o misto de sentimentos tem se transformado em coragem, força e estou buscando novas formas de lidar com os momentos que me sinto só, pois quando chegamos precisamos conquistar novos amigos, descobrir os novos lugares, aprender sobre as leis de trânsito, sobre dirigir carro automático (no meu caso), e enfim, é tudo novo, tudo começado praticamente do zero mesmo.

Alguns mitos caíram, como por exemplo, crianças não tomarem banho por dias, a minha toma todos os dias, a comida ser ruim, pois minha host mom é uma ÓTIMA cozinheira e eu confesso que estou comendo melhor que na minha casa hahaha minha host mom foi ao mercado e comeu umas frutinhas pra provar antes de trazer pra casa, foi num aniversário e pediu pra trazer bolo pra casa, falei que ela é uma quase brasileira e ela adorou hahahah 

O primeiro looping tem sido interessante e não tão turbulento quanto eu imaginei, mas tem dias que a paciência esgota com o novo, porque essas primeiras semanas são de adaptação sua na casa, das crianças com você, da host family com você, não dá pra pegar o carro pra fazer nada sozinho, tudo você depende de alguém e confesso que no auge de quem morava sozinha no Rio de Janeiro, com 27 anos recém completados, tem sido um pouco desafiador. Mas sei que tudo é questão de paciência, pois as coisas vão melhorar... as coisas vão se ajustando e ficando melhor, a gente vai fazendo novas amizades, vai aprendendo sobre os lugares e tudo vai melhorando. 


Sigo viva e no próximo post falo um pouco mais sobre os desafios do próximo looping dessa vida de "aupé" (pois eles sempre existirão hahaha) :)






Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Follow by Email