7 coisas que toda au pair está cansada de ouvir ~ O Blog das 30 Au Pairs

Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

quarta-feira, julho 10, 2019

7 coisas que toda au pair está cansada de ouvir

7 horas da manhã, sábado, day off. Crianças gritando pela casa, pais gritando com as crianças, você gritando mentalmente sozinha: “eu não aguento mais!” Se você nem começa o dia e já acorda cansada, vem comigo!


O universo de au pair traz muita coisa boa. Viagens, idiomas, novos amigos, amores, aprendizados, enfim, muitas experiências incríveis. Por outro lado, muito cansaço físico e mental. Começando com uma perguntinha da host family...

1 - Você pode fazer um favor pra mim?

No começo: claro, tranquilo! Afinal, um favor aqui, outro ali, vão valorizar o meu trabalho e me ajudar quando eu precisar de algo. Só o que favor geralmente vira obrigação, fica esquecido no limbo das tarefas e o cansaço só aumenta.

2 - Onde você foi? O que você tava fazendo? Com quem?

Às vezes esse interrogatório da host family serve para puxar assunto e mostrar certo nível de interesse/preocupação com a gente. Mas às vezes é só curiosidade mesmo e julgamento. E, claro, tem hora que isso cansa...

3 - As crianças estão só cansadas...

Eu me canso só de ouvir essa frase que está na ponta da língua de alguns pais. O mau comportamento é motivo de cansaço e não sobre falta de atitude dos pais para conversar e corrigir alguns hábitos nada saudáveis dos filhos.

4 - O que você vai fazer depois do au pair?
,

Ihhh lá vem! A gente pode até ter planos de A à Z, “tudo certo nada resolvido”, prontas ou não para a fase pós-au pair. Só que falar sobre isso com todo mundo que pergunta, inclusive pessoas nem tão próximas a gente, cansa e irrita!

5 - Compra algo aí pra mim, te pago quando voltar!

Queria que todos, especialmente familiares, soubessem como o programa de au pair funciona e que a realidade é bem diferente do que pintam por aí. Não temos dinheiro pra ficar comprando iPhone e esperar sabe-se lá quando o dinheiro aparecer.

6 - Nossa, você sumiu, não vem mais visitar os pobres não?

“Tá sabendo? Filha de fulana tá trabalhando no exterior, cheia do dinheiro agora, nem volta visitar os pobres, coitada da família”. Quem nunca ouviu algo parecido, parabéns. Quem já ouviu, dá um salve!

7 - Fuja disso. Faça aquilo. Não entra nessa. Eu te avisei!


Ah, isso é de au pair para au pair agora. Vejo em alguns grupos várias meninas julgando a decisão de outras com base em suas próprias experiências. A gente devia ser mais acolhedora, alertar sempre que necessário, conversar, ajudar, esclarecer...

Agora a pedrada toda sobre o que é certo e o que é errado: cansa, machuca, abre um caminho de julgamentos errados, inseguranças e ódio. Isso só distancia a gente. Será que precisa mesmo ser assim? Não estamos todas no mesmo barco?

Já dizia Augusto Cury...
“Somos ávidos para julgar e lentos para acolher”.
Espero que com esse post a gente possa ter mais consciência do que traz cansaço em nossos dias e como podemos mudar algo para ter mais alegria e leveza nessa vida doida que é o au pair.

Quer continuar esse papo? Deixe um comentário ou me chama lá no insta @anazanibao

Um beijo e até mês que vem!
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Follow by Email