E o pós au pair? ~ O Blog das 30 Au Pairs

Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

sexta-feira, agosto 16, 2019

E o pós au pair?


Oi pessoal, tudo bem?

Hoje vou falar sobre um assunto que assombra não só a mim, como muitxs outras meninxs: o que fazer depois do au pair?

Tem aquelas pessoas que vieram pra cá porque não tem um objetivo profissional traçado e vieram para tirar um break e pensar o que querem da vida. Algumas já vêm com o objetivo de um break profissional, e tem facilidade de se reinserir no mercado trabalho, pois já estão cientes e só vieram melhorar o inglês, mas ainda dentro dessa mesmo grupo de pessoas, existem aquelas que chegam aqui e depois de um ou dois anos ou seja lá o tempo que a pessoa fique, mudam tanto que já não sabem mais o que querem fazer... (e isso vale até pra relacionamento às vezes, o que já é assunto pra outro post). E como esquecer daquela parcela que já veio pensando em nem voltar?

E por fim, aquelas que já estavam balançadas com a profissão e tiraram um break pra pensar, e é nessa parcela que eu me incluo. Sou formada em turismo, e na minha cidade natal não estava legal, então me mudei para o Rio de Janeiro, onde trabalhei em um hotel por quase dois anos e foi uma ótima experiência profissional porém, acredito que não é mais isso que quero fazer quando voltar para o Brasil, por uma série de motivos, e esse sentimento não é de hoje e o au pair só veio como a cereja do bolo. Em quase 4 meses me sinto a mesma pessoa, mas no fundo, sei que não sou mais. E eu tenho tido crises de ansiedades sobre o que fazer em relação ao meu lado profissional, independente de onde eu esteja, já não sei mais. E inclusive minha host mom já me perguntou porquê tem dias que estou tão séria, e expliquei que é porque estou perdida profissionalmente e ela já tentou me ajudar de algumas formas, pois sabe mais ou menos o que eu gosto.

Mas Marjane, até agora você falou, falou e não disse nada hahaha caros amigos, eu não tenho a resposta exata pra minhas questões e nem pras suas, porquê afinal, existem vários caminhos que podemos seguir, não existe certo ou errado, existe o melhor para aquele momento, no fundo sempre tomamos as melhores decisões que podemos com as informações que temos no agora. E puxando para o meu lado pessoal da coisa, a conclusão que posso chegar é: não me cobrar tanto, não pensar tanto, procurar viver mais um pouco, afinal ainda tenho mais uns 8 meses + extensão (será que aguento ficar aqui 2 anos?). E talvez seja um pouco como a famosa frase da borboleta: "não corra atrás das borboletas, plante uma flor em seu jardim e toda as borboletas virão até ela." Preciso plantar a semente do novo, e procurar sinais de onde buscar o novo recomeço profissional.

Enfim, não é informativo, mas é um post desabafo e sintam-se a vontade para conversar comigo, estou sempre aberta a ouvir novas opiniões, ideias, desafios... 




Até a próxima pessoal :)

Meu insta @mpjohner
Meu facebook @Marjane Johner





Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Follow by Email