Uma semana no Marrocos! ~ O Blog das 30 Au Pairs

Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

quinta-feira, agosto 22, 2019

Uma semana no Marrocos!

Oi gente! Tudo bem?

Como prometido, aqui estou eu pra falar sobre minha recente viagem ao Marrocos.
Já estou aqui na Bélgica, na cidade de Brasschaat, instalada e no meu tempo off pra escrever sobre os 8 dias que passei no país africano. (prometo que no próximo post eu falo sobre como tem sido essa minha vida de au pair por aqui).

Bom, essa foi a minha primeira viagem pra um país com uma cultura totalmente diferente da minha. Nos meus dois anos de Estados Unidos, apenas tinha viajado por dentro do país e também pra Bahamas e Canadá - então não tive nenhum baque cultural.


Aquela pose de blogueira no meio das dunas do Deserto do Saara 

Dessa vez, pro Marrocos, o baque já começou quando o avião pousou no aeroporto de Casablanca, no Marrocos. Tem um voo direto da companhia Royal Air Maroc que sai direto de Guarulhos e depois de nove horas já chega em solo marroquino. Já no aeroporto, foi muito difícil achar alguém que falasse inglês. O Marrocos tem duas língua oficiais: o árabe e o francês. E eu não falo nenhuma das duas. O Marrocos é um país islâmico - mas é um dos mais lights - então a cultura deles é muito diferente da nossa aqui do ocidente. As mulheres usam burca e mesmo a gente não seguindo a religião deles, é preciso ter um pouco de respeito e cobrir o corpo um pouquinho. No Marrocos, visitei duas cidades: Casablanca (fiquei apenas um dia apenas pra conhecer, não é muito turística. Por isso, é mais difícil achar alguém que fale inglês e a religião lá é mais forte). E daí depois fui pra Marraquexe (que é muito mais turística, tinha gente do mundo todo, daí a maioria falava inglês e dava pra usar roupas mais "normais").

Não vou passar o roteiro super detalhado porque senão iria escrever uma bíblia aqui, quem pensa em ir pro Marrocos e quiser dicas ou tiver dúvidas mais específicas, pode me chamar no instagram que eu super ajudo! Tem vários stories lá e também fotos da viagem (@apaulascunha).

Como mencionado, minha viagem começou por Casablanca - quem já ouviu falar ou já assistiu o filme Casablanca? - enfim, eu nunca assisti, mas já ouvi falar O FILME FOI FEITO LÁ?. A cidade tem apenas um ponto turístico, isso mesmo, apenas um haha, que é a mesquita Hassan 1. É a terceira (ou quarta, ou quinta, ou sexta - depende do guia turístico que você pega - maior do mundo). A mesquita é super fotogênica, mas realmente é o único ponto turístico. Eu vou confessar que não gostei muito da cidade, o bairro que eu fiquei hospedada nessa primeira noite era até que bonitinho e seguro, mas a cidade em si é bem feia e realmente não tem NADA pra fazer.


Mesquita Hassan II - único ponto turístico em Casablanca

No segundo dia já parti pra Marraquexe (finalmente!). Resolvemos ir de trem por ser um transporte que funciona super bem no país (4h mais ou menos e DICA: compre primeira classe, porque é com assento marcado e tem ar condicionado. O vagão segunda classe é LOTADO e muitas vezes você não tem nem onde sentar). Não vou lembrar exatamente o custo de cada coisa, mas o real vale bastante lá no Marrocos, então o custo da viagem fica muito bom. Chegando em Marraquexe, já fui direto pro meu Riad - Riad é um tipo de acomodação típica do Marrocos, se você vai pra lá, precisa ficar em um deles e passar pela experiência. Os Riads ficam no meio dos souks da Medina, ou seja, no meio do fervo, não passa carro lá dentro, mas passa cavalo, bike, moto e MUITA gente. Pensa numa 25 de março com macacos e cobras pelas ruas e TODO tipo de gente. É bem loucura e muvuca, mas vale a experiência. As ruas da Medina são bem sinuosas e bem fácil de se perder também. Algo cultural do Marrocos: os comerciantes vão tentar te vender tudo, evite contato visual e se for realmente comprar, NEGOCIE! Pelo menos 30% abaixo do preço que eles estejam cobrando. Outra coisa, tem algumas pessoas que se aproveitam dos turistas perdidos pra tirar dinheiro em cima deles, eles se oferecem pra "ajudar", te levam pro lugar errado e ainda te cobram! Fujam deles, não acreditem em ninguém.


"Perdida" nas ruas dos souks em Marraquexe

Ah, passei por uma situação bem chata na minha primeira noite em Marraquexe. Eu estava no meio do souk à noite, assistindo à várias apresentações locais quando uma mulher DO NADA, agarrou a minha mão e começou a fazer uma tatuagem de henna. Sim, sem nem eu pedir. Eu tentei puxar a minha mão porque vai saber onde mais ela tinha passado aquela "pistolinha" e sabe-se de lá de onde vem aquela tinha... e ela não soltou a minha mão. Disse que era um presente de boas-vindas e depois me fez pagar! Eu disse que não tinha dinheiro, mas ela continuou no meu pé e começou a se exaltar. Até que dei algumas moedas, ela RECLAMOU e foi embora. Fiquei bem chateada, mas não deixei isso acabar com a minha viagem - a tatuagem levou 5 dias pra sair totalmente. Quando eu estava a caminho do deserto do Saara, eu pedi pra uma menina nômade me tatuar e aí sim tive uma experiência muito bacana. Eles não cobraram nada e a menina era um amor!


Uma menininha bérbere tatuando a minha mão. Uma fofa!

Bom, o post está ficando ENORME. Então como highlight da minha viagem vou falar da melhor noite da minha vida! Quando eu dormi no meio de uma tenta no Deserto do Saara. Que experiência! A viagem de Marraquexe até o deserto foi longa, cerca de 12h, então reservamos 3 dias inteiros pra isso. Fomos com um tour e tinham vários brasileiros e fizemos amizades muito rápido, o que deixou a experiência ainda melhor! Passamos uma noite em um hotel no caminho até o deserto e uma noite no deserto. Pra chegar até as tendas que dormimos, fomos de camelo! Infelizmente o celular não consegue captar como estava o céu naquele dia... mas ainda está na minha memória e com certeza foi a experiência mais surreal da minha vida. Parecia que eu estava em uma planetário e que o céu era fake.


Fizemos um passeio de uma hora em cima do dromedário! 

Outra experiência muito legal nessa viagem foi alugar uma scooter (tipo uma motinha) e passear pelas ruas de Marraquexe. Foi bem DOIDO, mas muito legal! Alugamos a scooter por 24h e foi cerca de 280 moedas marroquinas. Nada muito caro.


Dirigir por Marraquexe é uma loucura, mas uma experiênca ÚNICA.

Bom, acho que isso. Como eu disse, se você planeja ir pro Marrocos e quer dicas mais específicas, só me chamar no instagram! @apaulascunha.

Mês que vem eu volto pra contar como foi minha viagem pra Paris!!

Beijos.






Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Follow by Email