Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

12 fevereiro 2020

Inserir ou não o Au Pair no currículo?

Muitas au pairs se questionam se devem ou não inserir a experiência de au pair no currículo, então por isso hoje vim dar o meu depoimento e opinião sobre o assunto.




Primeiramente, o que foi o au pair na sua vida? Um divisor de águas? Um jeito de achar a independência? A experiência que te fez realizar diversos sonhos? O que fez você descobrir um lado forte que você mesmo não sabia que tinha?

Se a resposta pra pelo menos uma dessas perguntas for sim, porque você não quer mostrar essa experiência pro mundo, ou melhor, pro seu futuro empregador?


Vamos combinar que muita gente tem sim alguma experiência ruim durante o au pair (infelizmente nada é perfeito e nem sempre sai como a gente planeja), mas para pra pensar em tudo que o au pair te trouxe: experiência internacional, vivência numa língua e cultura diferente, aprender a ser independente e flexível etc... Com toda essa 'bagagem', na minha opinião, o au pair pode & deve fazer parte do seu currículo.



"Ah, mas é um intercâmbio pra limpar bumbum de neném!" 



Ok, isso eu sei e concordo que as vezes esse tipo de intercâmbio é uma coisa 'nada demais' pra um currículo, porém devemos concordar que quem passa por isso e AGUENTA esse tipo de trabalho, claramente é uma pessoa forte, flexível e atenciosa. Até porque não é fácil cuidar de criança não, minha gente! Merecemos um troféu de #BestAuPair



Eu costumo dizer que o programa de au pair abre portas & janelas.



Atualmente trabalho na área de marketing & negócios e depois de contratada, minha gerente me contou que um dos motivos de ela ter me escolhido, foi por causa dessa experiência como au pair. 



O que as empresas precisam ultimamente é de gente inteligente e que aprende rápido. E esse tipo de habilidade nós, au pairs, temos de sobra! 



E como colocar isso no currículo? Em que parte? 



Nas experiências profissionais, com certeza! Até porque ninguém quer ficar com aquele espaço de um (ou dois) anos no currículo, como se não tivesse feito nada durante aquele tempo. Então use e abuse das palavras chave que compõem o programa de au pair.

Exemplo: responsável por crianças entre x-y anos; gerenciar horários com base na rotina da família; promover o desenvolvimento social e educacional das crianças etc. 


Bom, é isso! Espero que ajude a clarear a mente de quem está montando seu currículo. 



Meu LinkedIn é esse, caso alguém tenha interesse de conectar com ex-au pair, fique a vontade em me adicionar. 



Um beijo e boa sorte, 

Bella. 

Share:
Isabella Grandchamp

2 comentários:

  1. Nossa, adorei seu texto. Também sou ex-aupair e essa é uma questão recorrente na hora de fazer um Cv. Mas vc tem toda razão! Esse tipo de intercâmbio desenvolve habilidades que são muito requisitadas no mercado e precisamos aproveitar isso. :)

    ResponderExcluir
  2. Eu faço questão de colocar!

    ResponderExcluir

Follow by Email