Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

30 julho 2020

Dúvidas de uma ex au pair

Olá pessoas. Me chamo Jéssica, tenho 24 anos , sou formada em Propaganda e Marketing e fui au pair por 2 anos e 3 meses em um subúrbio de Chicago, vulgo melhor cidade. Acabei de voltar para o Brasil e tenho tido alguns pensamentos sobre carreira que algumas de vocês podem estar tendo, então resolvi compartilhar com vocês. 




Em 2017, durante meu último ano na faculdade, decidi que era a hora de ir fazer um intercâmbio. Morar fora sempre fora um sonho meu, mas naquele momento, além de estar realizando um sonho, eu também poderia desenvolver meu inglês, que na época, era quase não-existente.


Desde que me lembro, sempre tive o sonho de morar fora, fazer um intercâmbio, ter essa experiência. Mas a parte financeira sempre foi uma grande barreira para a realização desse sonho, então dentre todas as opções disponíveis de programa de intercâmbio, o programa de au pair era a única opção possível para o meu bolso.


O processo do application foi recheado de sensações: medo, alegria, dúvidas, euforia, felicidade. Mas, mesmo em meio a toda a euforia do meu sonho estar se tornando realidade, uma questão pairava na minha cabeça e hoje, após pouco mais de 2 anos, ela continua:


Será que vale a pena "abandonar" minha carreira para ir ser au pair?


Entenda, eu estava no último ano da faculdade, em meio a toda pressão do meu TCC e no estágio, toda essa situação  me fez refletir muito sobre “abandonar tudo”. Quando eu digo "abandonar", me refiro ao fato de "perder" os primeiros anos de formada, tempo esse, que ao meu ver, as experiências profissionais seriam desenvolvidas, no qual eu teria mais oportunidades.



Porém, por outro lado, via relatos de au pairs que voltaram para o Brasil e conseguiram empregos ótimos, em empresas grandes. Outras que ingressaram em pós graduações ou mestrados e até mesmo algumas que começaram o seu próprio negócio. 


Sei que ainda é cedo para eu afirmar o impacto dessa decisão no meu currículo e na minha vida profissional, afinal, voltei para o Brasil a dois meses e em meio a uma pandemia. Mas se tem uma coisa que eu aprendi durante meus 2 anos de au pair é que as adversidades sempre existirão, mas cabe a nós sermos resilientes e não desistir. 


O au pair me proporcionou muitas experiências que eu provavelmente nunca teria na minha, me proporcionou viagens que eu não sei quando conseguiria fazer, me proporcionou amizades incríveis que eu vou levar para a minha vida e acima de tudo, me ensinou a ser mais responsável, ser mais eu, me fez encontrar a minha voz. 


Não sei o que virá pela frente (se Deus quiser uma vacina para Covid ahahha), mas em momento nenhum eu me arrependo de ter sido au pair.



Share:
Jéssica Lucena

0 comentários:

Postar um comentário

Follow by Email