Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

22 julho 2020

Pra que o fácil, quando se pode ter o difícil?

Durante toda a minha adolescência eu falava pra Deus e o mundo que eu ia morar em Londres. Era isso que eu queria, eu era apaixonada, eu estudei inglês por 5 - eu disse CINCO - anos, tendo em vista esse sonho de morar em Londres. Me formei no inglês, entrei na faculdade de letras pra cursar Letras - Tradução (português-inglês), e então, quando eu menos percebi: a Alemanha entrou na minha vida. 

Oi, gente, eu sou a Bia, tenho 22 anos e sou (pelo menos até esse mês) aupair na Alemanha, e vou estar aqui todo dia 22 contando pra vocês um pouco da minha jornada até aqui.
Como dito antes, tudo começou por volta dos meus 14 anos, com uma vontade imensa de ir pra Londres. Esse sonho ficou durante anos na minha cabeça, até que, depois de crescer, amadurecer e estudar, não pensava mais tanto assim em ir pra Inglaterra. Mas, apesar disso, sair do Brasil era um fato. Era preciso. Não me levem a mal, eu amo o meu país, amo de verdade, mas lá não é o meu lugar e eu precisava encontrar onde era. 
Quando entrei na faculdade, pensei que talvez fosse o meu meio de ir pra algum país de língua inglesa pra fazer um intercâmbio, mesmo que fosse na Inglaterra, pra me abrir portas. Mas, depois de olhar os preços, as minhas esperanças caíram por terra, porque eu sabia que não tinha a menor condição de pagar. Mais ou menos na mesma época, a minha namorada descobriu o programa de AuPair e ficou fissurada nisso, mas eu ainda tinha muito medo, mais por desinformação mesmo do que por qualquer outra coisa, mas acabei pesquisando também, pensando em ir depois de terminar a faculdade. 
Minha preferência era um país de língua inglesa, por já dominar a língua e não ficar desamparada caso alguma coisa me acontecesse, mas eu não suportava (e ainda não suporto rs) a ideia de ir pros EUA, na Irlanda achei o visto muito caro e impossível (o que depois descobri não ser impossível) e na Inglaterra descobri que era ilegal.
Depois de quase perder as esperanças, minha namorada me disse que ia pra Alemanha, e foi ai que eu pensei: por que não? Eu quero ser tradutora, uma língua a mais só vai me acrescentar. 
Então, devido à acontecimentos, no final de 2018 eu fiquei bem mal psicologicamente, e não conseguia mais ir à faculdade, apesar de amar as aulas e amar estar lá. Eu simplesmente não conseguia levantar e ir, mal queria sair de casa, e foi quando eu decidi que eu precisava mudar minha vida pra me reerguer. Decidi fazer mais um período da faculdade pra ter 6 meses pra me preparar pro processo. Em janeiro comecei a estudar alemão sozinha, mas não saía do lugar. Em março, quando minhas aulas voltaram, pedi ajuda à minha tia-avó, que já havia morado na Alemanha, e comecei a ter aulas com ela, e também cursei o alemão básico na faculdade.
Apesar de tudo isso, eu não sentia evolução quase nenhuma na língua, parecia que eu não saia do "Ich bin Ana" nunca! Mesmo com muito medo, em Julho eu fiz a prova do Goethe e passei! No dia 3 de agosto eu fechei meu match, no dia 10 eu dei entrada no meu visto e no dia 18 de setembro eu embarquei pra Alemanha. 
Quando cheguei aqui, minha comunicação com os pais era só em inglês e com as crianças era só por mímica, porque, realmente eu estava certa: meu alemão não tinha evoluído nada! Mas, como eu me virei depois que cheguei aqui e alcancei o B1 em 10 meses é papo pro próximo mês! 
Espero que vocês tenham gostado dessa pequena introdução, e mês que vêm a gente se vê!
Ah, e não se esqueçam de me seguir no instagram: @Bia.jando.
Bis zum nächsten mal! 
Tchüss!

Descrição de imagem: Na imagem, eu estou apoiando o braço na grade de uma ponte. Por baixo da ponte, passa um rio de água verde-clara. Ao fundo, há muitas árvores bem verdes e os alpes com neve no topo. O dia está ensolarado. Eu sou uma pessoa branca, com tatuagem nos dois braços, tenho cabelos castanhos e médios e visto uma blusa florida, uma calça preta, tênis preto e óculos escuros
 
Share:
Ana Bia
Au Pair na Alemanha

10 comentários:

  1. Uaaaau... que mudança nos planos hein Ana??? Muito legal saber da sua coragem em enfrentar o desafio de ser Au Pair num lugar que vc teria que aprender uma terceira língua! Meus parabéns pra ti!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Nandy! Fui realmente pega de surpresa, mas até que deu certo hauhau

      Excluir
  2. Arrasou!!! E eu como mãe, me sinto muito orgulhosa da sua coragem e determinação! Te amo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te amo! Você fui fundamental pra tudo acontecer, sem o seu incentivo eu não teria chances!

      Excluir
  3. Apenas fã ;) desejando o melhor, sempre 🙌🏽

    ResponderExcluir
  4. Gratidão todos os dias por você ter vencido o medo e se jogado nesse mundão!
    E ele é pequeno pra gente, viu?
    Te amo <3

    ResponderExcluir
  5. É isso aí amiga, o desconhecido é assustador mas também é gratificante! Weiter immer weiter. ❤️

    ResponderExcluir
  6. Amei tudo Ana! A história, a determinação, parabéns pela coragem!

    ResponderExcluir

Follow by Email