Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

19 agosto 2020

Como está a sua Saúde Mental Hoje? Como é importante cuidar dela antes do Au Pair pra não cair em uma cilada.

 Olá meus Amores, se você viu meu post do mês passado e viu o meu vídeo do Canal da Priscila Sanches, você provavelmente deve ter visto que eu passei por poucas e boas durante meu programa de Au Pair. Mas hoje eu vim falar sobre Saúde Mental. “Se você está em algum grupo de Au Pair no Facebook, ou já pesquisou sobre o programa, já viu que muitas pessoas se fizeram comentários do Tipo, “O Au Pair acabou com meu Psicológico”, ou” Meu psicológico está todo f***  por conta do Au Pair” e coisas do tipo.

O programa de Au Pair não e fácil, morar em um país diferente, longe da nossa família, com pessoas que nunca vimos na vida, que são nossos chefes se torna um desafio. Nós perdemos um pouco a nossa liberdade, além do mais estamos morando na casa dos outros, e por isso devemos seguir as regras dos donos da casa. Também tem o fato de estamos lidando com pessoas de uma cultura diferentes da nossa, por isso devemos estar preparados para todos esses desafios.

Cada um de nos temos nossos problemas familiares, traumas de infância, algum problema que pode levar a falta de segurança em si mesma, e até a Codependência ou Síndrome dos Bons Moços (termo usado na Psicologia para descrever uma pessoa que tem uma dependência emocional em alguém abusador/narcisista, que tenha um transtorno psicológico e/ou vícios), levando a atração de uma Host Family abusiva. Como foi o meu caso, eu sou codependente e cai em duas Host Families abusivas, além de uma amizade e um relacionamento abusivo durante o programa. Hoje tem um ano que voltei para o Brasil e um ano de terapia, e com isso, outro tipo de pensamento. Acho que se tivesse cuidado da minha saúde mental antes do Au Pair, eu teria tido mais forças e sabedoria para não cair em uma Host Family Abusadora.

Nesse Programa de Intercâmbio devemos nos colocar em Primeiro Lugar acima de tudo. Inúmeras vezes eu vi comentários de Au Pairs, e eu fui uma dessas que mesmo estando insatisfeita, não quis trocar de um Host Family na extensão por conta das Kids, a gente se apega, e isso é natural. Mas é nesse momento que devemos nos perguntar, será que a minha Host Family teria a mesma consideração comigo? Será que se a minha Host Family não estivesse satisfeita com algo eles iriam ficar comigo mesmo assim porque se apegaram a mim? E eu vou te dizer que em 99.99% dos casos a resposta vai ser NÃO. Se a resposta for não e você não está satisfeita, simplesmente mude de Host Family. Infelizmente para as Host Families a/o Au Pair é dispensável, por isso não devemos nos sacrificar por eles.

Quando cuidamos da nossa Saúde Mental, estamos seguros de quem somos o que merecemos e sabemos nos impor. Então fica muito mais fácil identificar uma Host Family abusiva e evitá-las. Em alguns casos, não identificamos de primeira, aliás, as pessoas mentem, manipulam, e o primeiro contato com a Host Family é por Skype o que não da para conhecer alguém de fato. Aqui eu vou deixar algumas dicas para você que está começando o Processo de Au Pair para evitar uma Host Family abusiva:

- Aquela Host Family que acha que a está fazendo um favor para Au Pair de deixar ela morar na casa deles;

- Aquela Host Family que acha que a Au Pair tem que ser grata pela Host Family comprar comida para ela;

- Aquela Host Family que não respeita os limites da Au Pair;

- Aquela Host Family que a Au Pair tem que fazer mais coisas do que as permitidas na regra do Programa;

- Aquela Host Family que não respeita o Schedule e as 45h semanais;

- Aquela Host Family que quer controlar aonde a Au Pair vai, com quem, para onde a Au Pair viaja.

Por isso vá a um psicólogo antes do programa, cuide de si, tenha segurança para identificar as bandeiras vermelhas de uma potencial Host Family perigo e sair de uma. Se puder faça terapia durante e principalmente após. Mas lembre-se as agências não vêm com bons olhos pessoas que fazem terapia, por isso, é importante não citar isso na entrevista para fazer o programa, pois pode acarretar na negação do seu processo. Infelizmente não deveria ser assim, porque cuidar da nossa mente e um exercício para a nossa maturidade, para uma melhor qualidade de vida. Espero ter ajudado todos vocês, se cuidem. Uma Mente saudável é uma Mente feliz!



Share:
Juliana Amora
Ex Au Pair na Califórnia e no Texas (EUA)

0 comentários:

Postar um comentário

Follow by Email