Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

05 agosto 2020

Se tudo der errado, sempre vai dar certo!


Olá, sou Andreza Flôres, Engenheira Civil e tenho 28 anos. Fui AuPair nos Estados Unidos de Julho/2018 a Janeiro/2020 em Dallas, no Texas 🤠👢. 

Quando tudo deu errado na minha vida, tudo deu certo. Mas como assim? 

Meu sonho de ser Aupair começou quando eu tinha 12 anos e uma prima minha veio para o EUA participar do programa, aquilo além de me deixar encantada, me deixou sonhando acordada. Com 18 anos me inscrevi no programa, e quando estava prestes a fechar o MATCH meu namorado na época descobriu que o pai seu estava com câncer e me pediu para ficar, fiquei. NÃO ME ARREPENDO, namoramos por 5 anos. 

Comecei outro namoro logo em seguida, e com esse iria me casar (a iludida). Foram 3 anos de namoro até que um dia ele acorda e termina tudo comigo. Sou do tipo de pessoa que não se abala por pouco, alguns me chamam de rocha por eu ser uma pessoa forte (até mesmo fria em alguns momentos), na época eu trabalhava como engenheira em uma multinacional e cuidava de uma equipe de 60 homens (eles me apelidaram de DIABA LOIRA 😆), ou seja, estava realizada profissionalmente e financeiramente. Porém aquele término me tirou o chão, fiquei tão mal que não me reconhecia mais, foi quando me dei um tapa na cara e gritei comigo mesma: LEVANTA MENINA! 

Fevereiro de 2018 eu estava com 26 anos e 5 meses, corri até a agência Experimento em Sorocaba e contei que PRECISAVA SER AUPAIR. A Ana me entendeu e me ajudou muito conseguindo a minha liberação com a Aupaircare, fiz meu application em 2 semanas (eu sabia de tudo o que precisava, já tinha feito em 2010 todo o processo lembram?), inglês não era o problema (sempre estudei desde os meus 15 anos, não era perfeito mas não era ruim), enfim... MATCH COM A PRIMEIRA FAMÍLIA!

Embarquei dia 22/07/2018, nem chorar no aeroporto eu chorei me despedindo de minha mãe (lembram da pessoa forte? Pois bem, ela tinha voltado!). Sentei-me na poltrona do avião e ali chorei, assim como choro agora escrevendo esse post e lembrando do quão forte e determinada eu fui, e sabe o porque de tudo isso?
PORQUE EU NÃO ACEITO SER INFELIZ. EU NÃO ACEITO QUE OUTRA PESSOA ME TIRE A FELICIDADE, por isso eu me reinventei, mudei. Mudei de país, mudei de casa, mudei de família, mudei de profissão, mudei de pensamentos, mudei pro avesso. E quer saber? O avesso é o meu melhor lado!

Quer saber mais sobre o meu avesso? Pois bem, todo dia 5 do mês estarei aqui contando como foi esse meu 1 ano e meio de intercâmbio, prometo não te decepcionar, tenho muita coisa boa para contar. 

Um beijo, minhas flores. 



Share:
Andreza Flôres
Ex Au Pair em Dallas (EUA)

2 comentários:

  1. Super me indentifiquei com a frase “o meu avesso é o meu melhor lado”, hoje me sinto exatamente assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que você tenha achado o seu melhor lado. Independente de qual ele seja, seja sempre muito feliz! Obrigada por ler meu post. :*

      Excluir

Follow by Email