Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

16 dezembro 2020

COVID não é o fim!


 Infelizmente estamos vivendo um tempo devastador onde vimos diante aos nossos olhos cenas tão aterrorizantes que, por alguns momentos, me perguntei se aquilo era real ou apenas um sonho ruim e como sabemos bem, o pesadelo tornou-se real e estamos todos vivendo esse roteiro trágico e até então sem data para acabar, estamos em meio a um vulcão em erupção, todo cuidado é pouco.

Estamos acompanhando em tempo real todo a evolução do CORONA VÍRUS, desde Dezembro passado (pasmem há 1 ano e 14 dias) começamos a ver alguns vídeos e muitos, inclusive eu, acreditamos que fosse algum tipo de Fake News mas ao menos eu só me dei conta do quão grave era em meados de Março deste ano e desde então tudo mudou. Fomos obrigados a mudar, coisas simples passaram a ser luxo, o acessório diário  deixou de ser um óculos escuro e passou a ser uma máscara que na maioria das vezes sufoca e incomoda absurdamente, álcool em gel tornou se o novo creme para as mãos, encontrar os amigos somente com o celular, viajar tornou-se um sonho um pouco distante  e os abraços que deixamos de dar e receber?? Deixamos de abraçar nas despedidas, deixamos de abraçar para dar apoio diante a algum momento difícil, deixamos aos poucos de ser quem éramos para nos tornarmos o máximo possível compatível com os meios de proteção (chatos).. Pela primeira vez na vida, eu senti medo por não saber o que fazer, afinal, ninguém sabe o que será o nosso futuro e até aonde iremos aguentar tantas responsabilidades com si próprio e com o outro mas ainda assim, eu gostaria de dizer que o Covid não deve ser considerado o fim, ainda há tempo para ser feliz...

Com todo respeito a todos aqueles que partiram dessa para uma outra (assim desejo e espero), com todo respeito com todos aqueles que perderam seus entes amados, seus negócios, sonhos e esperanças, peço que me desculpem mas que me entendam pois ainda assim, eu gostaria de repetir que ainda há tempo para sermos felizes, não é o fim...

Não espere a cura chegar, não espere o amanhã, não espere o outro para você se amar, se permiti viver algo sensacional, não espere nada de ninguém, faça por você e para você, para de lamuriar os contras que foram impostos a todos nós, tente encontrar uma forma de se sentir grato por ainda estar aqui, por ter saúde, esperança e alegria... Não podemos jogar a nossa vida aos pés dessa PANDEMIA e deixar que a mesma faça o que bem quiser, não podemos, ainda há tempo e devemos por pura obrigação tentarmos fazer esse tempo nos valer a pena, pois enquanto você está bem, vivo, com saúde é sua obrigação agradecer.

Infelizmente (again), o tempo é de uma tristeza gigante mas enquanto há vida em você, há esperanças, amor, pois você foi abençoado e escolhido para continuar (mesmo que seja por um dia, o importante é que foi escolhido) e então continue, vá sem medo, sem reclamações, pense com carinho em todos aqueles que deixaram este mundo tendo como uma última visão talvez um quarto de um hospital ou até mesmo um médico (desconhecido) comunicando quais procedimentos seriam tomados dali em diante. Então, por respeito a todos que se foram, aproveite todos os dias que você receber e viva... Está tudo bem adiar a festa de casamento, a viagem dos sonhos, ficar um pouco mais dentro de casa, aproveite esse tempo e dedique-se a conhecer os seu país, irmãos, é impossível prever quando eles terão ido embora de vez, brinque com os animais de estimação... Aproveite esse momento e entre em oração, se reconecte consigo mesmo e seja otimista pois esse momento ruim um dia irá acabar.

Ps: Para as minhas companheiras(os) Au Pairs:  sejam cautelosas meninas (os), se cuidem, não se desesperem com o tempo que está passando e estamos deixando de viajar, conhecer lugares que sempre foram sonhos para nós, não se desesperem, façam o que estiver ao alcance e seja grato por poder ainda celebrar aquele sonho antigo de vir para cá, lembrem-se o quanto fomos valentes ao deixar nosso lar, abraçar nossos amigos até então pela última vez e vale a pena lembrar de quando a garganta apertou e as lágrimas caíram quando acenamos aquele até então último “tchauzinho”, deixando assim para trás alguns braços, abraços, olhos, olhares, amor e amores, lembrem-se o quanto fomos e somos corajosas e aRRiba que ainda temos tempo para aproveitar, faça jus, afinal...


“A VIDA É TÃO RARA.” 


Feliz Dezembro, Natal, Ano novo garotas e queridos leitores!


Vejo vocês ano que vem...

Share:
Scarlett Maltoni

3 comentários:

  1. COMO DIZIA MICHAEL WE ARE THE WORLD "Há pessoas morrendo
    E é hora de dar uma mão para a vida
    O maior presente de todos
    Nós não podemos continuar fingindo dia após dia
    Que alguém,em algum lugar,em breve fará uma mudança
    Somos todos parte da grande família de Deus
    E a verdade
    Você sabe,o amor é tudo que precisamos"

    NÓS SOMOS O MUNDO!
    Obrigada por ser amor,por ser esperança.Por viver a vida da forma mais linda e aproveitar cada segundo do seu jeito com seus valores e com sua simplicidade ❤
    By Polly

    ResponderExcluir
  2. Scarlett, que mensagem linda você trouxe com este post, você escreve mesmo com a alma! Temos que ver o lado bom em tudo, por mais difícil que 2020 foi para a maioria, algo positivo com certeza aconteceu, no mínimo uma lição de aprendizagem, autoconhecimento, autorreflexão...

    ResponderExcluir