Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

11 janeiro 2021

Au Pair e a Pandemia - Parte 1


O ano de 2020 já se passou, mas em janeiro muitas pessoas depositaram nele seus sonhos e objetivos para alcançar. Aliás, todo começo de ano acho que a gente fica com altas esperanças, para que as realizações venham e aconteçam. Com toda certeza, no ano de 2020 não foi diferente.

 

Esse ano que passou tinha tudo para o ano de muita gente, em questão de realizações. Mas infelizmente em março explode uma pandemia global. Um acontecimento que muitos de nós nunca se quer vivenciou, tivemos que literalmente reaprender a viver para poder sobreviver. O medo era alto, não tínhamos certeza do que o vírus era capaz ou não de fazer, mas de fato ele foi devastador e levou com ele vidas, conquistas, empregos e o principal; nossos sonhos.

 

Nos grupos da vida, nós vimos diversos jovens se preparando para o intercâmbio de Au Pair. Muitos com contrato com a agência fechado, alguns apenas pesquisando ou até mesmo os intercambistas que se preparavam para uma extensão do programa. Claro que não seria diferente de tudo, a pandemia acabou sim mexendo e muito com o programa.

 

Pensando nisso, nesse mês trago esse texto sobre o programa de Au pair e a pandemia. Nós sabemos que é muito comum, os grupos de Au pair se tornarem palco para discussões e logo se instalou a questão: “ser ou não ser Au pair durante uma pandemia?”

 

Já deixo claro que esse texto serve apenas para te ajudar a tomar a sua decisão, eu não posso tomar essa decisão por você e ninguém irá decidir por você. Esse conteúdo foi criado para te ajudar a pensar sobre os impactos positivos e negativos de optar por seguir com o programa de Au Pair durante a pandemia.

 

Eu perguntei em um grupo de Au Pairs as seguintes questões:

1) O que vocês sentem?

2) Quais os prós?

3) Quais os contras?

4) O quanto isso mexeu com vocês? Mente, corpo e espírito.

 

Bom você pode imaginar, eu recebi diversas respostas, então trago aqui alguma delas, que eu acredito que possam ter verdadeiro impacto juntamente com meu ponto de vista. 

 

Primeira pergunta, eu recebi respostas assim:

·  Muito sozinha e muito medo envolvido, choro mais do que de costume e a sensação de que isso não vai acabar nunca – disse a Leticia A.

·  Angústia e raiva – disse a Karina S.

·  Vontade de deixar isso tudo pra lá – disse a Beatriz P.

 

 

Infelizmente os relatos que recebi nessa pergunta não foram muito positivos, muitas famílias com receio estão optando por manter a au pair dentro de casa. Acho que é claro que ficar em casa, trancado, sem muito contato social tem abalos negativos. Dificilmente esse cenário irá mudar, afinal, enquanto não houver solução definitiva para o vírus, poucas host families irão confiar cegamente. Procure criar novos hobbies, se exercite, leia, desgrude um pouco da tela do celular, aprenda a fazer um scrapbook, faça algo que possa substituir a energia do contato social por algo que gere satisfação em você.

 

Segunda pergunta, as respostas foram:

·  Amadurecimento e crescimento – disse a Karina S.

·  Juntei dinheiro, comecei a investir mais numa loja on-line que eu tenho e na bolsa de valores. Vou fechar 2020 com uma quantia que nunca imaginei que teria – disse a Beatriz P.

·  Ganhar em dólar.

 

Esse é um ponto incrível, geralmente em tempos sem pandemia, uma das grandes dificuldades das Au pairs é a questão financeira. Um dos grandes benefícios de ser Au pair durante a pandemia é a estabilidade de obter um emprego. Porque mesmo se a família decidir sair do programa, a agência irá te realocar. Ou seja, por um período de dois anos é garantido que pelo menos $195,75 por semana, você estará fazendo.

Outro fator, algumas famílias tem sido mais bondosas com as Au pairs, pagando um salário maior durante a pandemia, mas isso não é realidade para todas, tendo em vista que muitas famílias perderam emprego ou os pais tiveram sua carga horária reduzida. Mas se teve algo bom que essa pandemia trouxe para os intercambistas, foi a possibilidade de juntar dinheiro e se organizar financeiramente.


Por hoje é só, espero que você esteja gostando e que esse texto possa te auxiliar na sua decisão. Calma, amanhã eu prometo que tem mais. Te vejo amanhã, certo? Espera deixa eu abrir a porta.
Share:
Beatriz W.
Ex Au Pair nos Estados Unidos

Um comentário:

  1. Oi Bia, nossa, nem imagino como 2020 foi difícil para as aspirantes e para as atuais também... (Eu amo scrapbooking! Terminar os meus do tempo de au pair é um dos meus projetos para 2021!)

    ResponderExcluir

Follow by Email