Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

29 março 2021

O Pos-Au Pair Nem Sempre Sai Como Planejamos

 A Mudança é Uma Necessidade - Mudando de Rota

Olá people!

Quem por aqui já planejou algo e não saiu nada como planejado? Pois é... Comigo não foi diferente. Hoje eu vejo de uma outra forma... Acredito em destino... Enfim, jamais me vi morando nos EUA (dia primeiro de abril completo 8 anos que me mudei) e estou aqui, casada, e stay at home momma! Nada do meu planejamento inicial tinha isto incluso haha.

Eu e meu marido nos conhecemos num bar. Estava com algumas brasileiras. Uma delas namorava, e ela neste dia trouxe os amigos (meu marido nem amigo era, estava junto com o irmão).

Nunca tinha conhecido uma pessoa tão paciente e gentleman. Meu inglês era péssimo. Mas conversamos bastante haha. Enfim, foi assim que aconteceu (ou uma parte do que aconteceu). Nos nossos primeiros 4 meses juntos eu entrava em pânico quando ele tentava me ligar e foi assim que passamos todo esse tempo apenas trocacndo e nos encontrando algumas vezes no mês!

Assim que desembarquei de Ohio pra Chicago, ele estava me esperando no aeroporto. E Foi assim que começamos nossa vida de casados LOL. Nem todo casamento acontece no Hawaii, passagem paga pra toda a família e amigos rs. Vamos ser realistas aqui, pois nem casamento eu tive haha. Eu estava preocupada com outras coisas, pois eu estava CASADA agora e em pânico - (em nenhum momento estava preocupada com a opinião alheia)!

Quando a gente casou, foi no civil apenas. Meses depois tivemos uma reception bem estilo mexicano! Quanta comida maravilhosa. E foram meses depois do casamento no civil. Meus primeiros meses aqui foram bem challenging - e continua sendo - pois queria trabalhar, mas, antes disto, tem todo o processo do green card. Não casei com nenhum rico - nada contra com quem casa também -  digo isto pois vejo muita fantasia na internet e menos realidade. Enfim, o primeiro Green Card (GC) é um pouco de dor de cabeçaa. Mas existe um grupo no facebook que ajuda com tuuudo a respeito.  

Mais uma brasileira cruzou no meu caminho na hora certa. Aquilo né?!  As pessoas não aparecem na nossa vida por um acaso). Ela NOS ajudou muito com o processo inteiro. Fomos na casa dela e ela explicou tudinho. Existem brasileiras que preferem pagar advogado e outras que fazem por conta pra economizar. Como fizemos sem advogado saiu em torno de uns $1500 para GC. Fora as cópias, papelada, tradução de documentos (caso queira ficar por aqui, traga seus documentos, de preferência traduzidos também). Fora isso, existem as provas que você esta "in love com seu amado(a) e vice versa." Tinhamos bastante fotos de passeios juntos, conta bancária e de celular conjunta entre outras provas que possam existir de um casamento de verdade (I guess). Antes da entrevista dê um check em todos os documentos. Eu tenho a minha pasta com as provas e todos os documentos.

Eu estava fora de status. Pelo que me lembro todo o processo durou em torno de 1 ano e meio. Tem a biometrics, onde você tira suas digitais e assim você pode obter sua permissão para trabalho no país e depois vem a entrevista. Existem entrevistas e entrevistas, não é mesmo?! Quantas histórias já ouvi de vistos negados ou entrevista para o (GC) que pediram mais provas.

A entrevista que eu e meu marido tivemos foi suuuuuper tranquila. Tinha bastante gente na espera. Demorou em torno de 30 minutos pra gente ser chamado. Estávamos nervosos, mas traquilos haha.

Chegou nossa vez. Era um senhor. Ele pegou nossa pasta, começou a olhar e viu que era brasileira. Ele fechou a pasta depois de folhear (sem prestar muita atenção), fez umas 3 perguntas e fechou a pasta com as provas (tive maior trabalho com a pasta e ele viu em 3 minutos Lol). Depois comecou a contar de quando ele conheceu o Brasil (não me lembro bem onde foi, mas não era São Paulo rs) e a gente estava lá, apenas escutando ele e meu marido todo preocupado com mais provas na mão (just in case). Ele simplesmente não pediu nenhuma outra prova e continuou falando da experiência maravilhosa dele no Brasil.

Em poucas semanas meu GC estava em casa. Este GC tem a validade de 2 anos, E depois você aplica pro Segundo GC que é bem mais fécil, mais barato e rápido.

Eu continuei trabalhando como babá por um bom tempo. No próximo post eu compartilho como foi achar famílias, o valor cobrado por hora, onde eu moro entre outros detalhes.

Thanks!

Share:
Aline Teodoro

3 comentários:

  1. Oi Aline! A parte do seu post que mais tiro o chapéu é quando você diz que não se preocupou com a opinião alheia! Você se casou no civil e pronto.. Eu fiquei dando ouvidos para o que os outros iam pensar:/ Certa você! Eu também contei com a ajuda de uma amiga ex-Au Pair para o processo do GC, são anjos que aparecem em nossas vidas, né.. Não entendi quando você disse que estava fora de status, você não era ainda Au Pair quando se casou? Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi, entao, eu fiquei fora de status, pq acabei ficando 3 meses ha mais com a familia, depois que eu completei os 12 meses.

      Excluir
    2. Ah tah, eu tinha achado que você tivesse estendido o programa, mas ficado só esses 3 meses, no fim deu tudo certo porque era pra ser:)

      Excluir

Follow by Email