Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

03 maio 2021

Mantendo contato com a ex-Host Family!

Hey, gente! 

Espero que o mês de Abril de vocês tenha sido bom, mas também espero que Maio seja ainda melhor! Para este mês, eu vim compartilhar mais uma reflexão com vocês. Mas, desta vez, com uma vivência 100% australiana. 🌞🌻
Vocês se lembram d'Os Vickerson's? Antes mesmo de sair da casa deles, eu já estava receosa sobre manter contato ou não. Me lembro também de passar pelos grupos do Facebook e buscar por posts de meninas que já tinha deixado a host family, mas que ainda assim, mantinham contato. Aquela dúvida de: fazer ou não fazer. Particularmente, eu sempre fui uma pessoa muito família, e enquanto eu morei com eles, sempre me senti incluída nos programas familiares. Mas ainda assim, rolava aquela ideia de "Ah, mas eles fazem isso só porque eu sou a au pair". 

Depois que eu me mudei, houve o primeiro distanciamento, o que eu acredito que seja natural e também, logo em seguida, nos deparamos com o lockdown aqui na Austrália. Mas aos poucos, o contato voltou a se manter presente. E diferente de antes. "Nossa, Sthé, mas como assim diferente?" Pois bem, eu refleti um pouco sobre isso, sabe? Antes, eu morava com eles e sempre que precisavam, eu tecnicamente estava por lá. Agora, quando eles precisam, a Hannah me manda mensagem com antecedência e marca tudo direitinho. Antes, eu ainda estava analisando o mercado de babysitting por aqui e ficava receosa de querer cobrar um pouco a mais que a média, mesmo sabendo que seriam quatro crianças. Nas últimas duas vezes que eu fui trabalhar para eles eu perguntei se estava tudo bem pagarem um valor diferente do antigo, e também incluir o valor do transporte. Todas as vezes que me recebem na casa deles, seja para trabalhar ou para algum evento, há aquele momento de sentar e conversar sobre a minha vida e como anda a minha experiência aqui na Austrália. Não há uma única vez que eu vá embora sem algum mimo, sejam cartinhas de amor e carinho da Zoe, ou um chocolate Lindt que a Hannah viu e lembrou de mim. No ano passado, eles vieram comemorar meu aniversário comigo, me levaram para jantar e ainda me presentearam com um buquê de flores, cartões e chocolate. Eu os convidei para comemorarmos o aniversário da Zoe na cidade, e eles foram. No Natal, recebi um cartão da Zoe e as felicitações pela data. Em Abril deste ano, foi aniversário do Zach e eu fui convidada. 

É aquele algo que chamamos de pequenos detalhes. Prestar atenção nas pequenas coisas. Algo recente que ocorreu foi... No dia do aniversário do Zach, a festinha aconteceu de tarde - algo que eu nunca vou entender nesta Austrália é que as festas de aniversário infantis têm duração de 2 horas. É muito rápido! rsrs - e me convidaram para ficar para o jantar, pois teriam Aussie BBQ. Eis que eu fiquei e caiu uma chuva daquelas! E de onde os Vickerson's moram até a estação de trem são, aproximadamente, 20 minutos andando ou então, um Uber por quase $20 dol. Eu perguntei ao Max se ele poderia me deixar na estação e ele me deu o celular dele com o app do Uber aberto, falando que eu poderia pedir uma corrida para casa. Eu ainda falei que ia ficar pelo menos uns $50 dol, que eu não me importava de pegar o trem e vir para casa. Ainda assim, ele bateu o pé e disse para eu ficar tranquila, que mesmo a Austrália sendo segura, era preciso um pouco de cautela e que assim como ele, a Hannah também tem um carinho de mãe e filha comigo. Como filha mais velha, eles gostariam de saber que eu chegaria sã e salva em casa naquela noite. 

E enquanto eu estava planejando este post, eu peguei o meu celular e fui dar uma olhada nas fotos que tenho com as crianças, com a família para poder ilustrar o meu post. E gente! Eu me sinto tão feliz de saber que faço parte disso tudo! Moramos na mesma cidade, um pouco afastados e às vezes, sem ter esse 'encontro de família' por um certo período, mas eu me sinto tão acolhida, tão amada e considerada. Este sentimento é maravilhoso! Desejo muito que vocês, como au pair, possam vivê-lo algum dia. Porque muito mais do que ser considerada parte da família, eu tenho a possibilidade de ver as crianças crescendo, passar um tempo considerável com elas junto de seus jogos e brincadeiras favoritas, e continuar colocando meu inglês em prática! Eu sempre acreditei muito em valorizar e ser valorizada, e em gratidão gera gratidão. Somos responsáveis pelo que cativamos e durante o período que morei com esta host family, eu senti verdade em seus valores e sentimentos. E mesmo que eu more aqui, em Brisbane, ou em outra cidade da Austrália, quiçá volte para o Brasil, sei que o carinho permaneceria mútuo. 

Mesmo "sozinha" aqui na Austrália, seguindo minha vida e correndo atrás dos meus sonhos, sei que se eu precisar de alguém, de um apoio ou só de um tempo em família, sei que os Vickerson's estarão aqui para me amparar! Que esta prosperidade vibre para todos vocês também! Tenham um ótimo mês!
See ya! 🐨

Share:
Sthéfanie Manica
Au Pair na Austrália

0 comentários:

Postar um comentário

Follow by Email