Pessoas que largaram tudo para se aventurar nesse mundão de Au Pair!

29 junho 2021

Full time Nanny 2

 

Ola people.

Hoje vou falar mais um pouco do meu full time nanny por aqui.

Resumindo, uma familia de Americanos, Judeus (gosto de falar da cultura, e da nacionalidade por aqui, aprendi muitas coisas, pois sempre perguntava) . Aprendi um pouco da religiao deles, tinha outra visao de judeus, e pude ver e perceber que nao era nada daquilo que pensava, imaginava ou que outra pessoas (nao judias) tinham me dito. Eles tambem tem o Deus deles, assim como toda religicao. Tem as tradicoes, e tb os holidays (feriados) deles. As criancas iam no daycare que ensinavam a cultura Judia, musicas e tradicoes. Sei que toda sexta feira eles celebram fazendo um pao, que chama Challah. O dia chama Sabbath, as criancas aprendem a cantar musicas tambem. E eles nao celebram Natal, eles celembram Hanukah, tem as comidas especificas, 8 velas entre outras coisas.

Apesar deles nao celebrarem Natal, esta familia com quem fiquei 3 anos, me perguntaram logo no comeco da minha religiao, e se eu celebrava Natal. Disse que celebrava sim, no Brasil com minha familia. Mas aqui eh outra historia ne (feriados podem ser bem triste e depressivos quando estavamos longe da farra da familia brasileira) Aprendi a conviver, passo Natal com a familia do meu marido... Mas hoje 2021 prefiro que seja so NOS aqui em casa =) .

A familia nunca deixou eu passar meu natal em branco, sempre me deram um presentinho de natal. Um pagamento extra. Tem familias generosas ne. Quando eu era au pair ganhei meias hahaha.

Por eles nao celebrarem natal, nao dava presente para as criancas, mas sempre levava algo no aniversario delas,  ou ate mesmo besteirinhas como adesivos, playdoh pra gente brincar no dia a dia. Qualquer coisa que pedisse pra mae das meninas comprar pra atividades ela comprava sem problemas. As meninas tem um quarto apenas de brinquedos o famoso PlayRoom, alem dos brinquedos nos quartos, e outra sala cheia de brinquedos.

Por 3 anos de trabalho eu falei 1 vez, que foi super desespero pra mim, pois eu nao consegui levantar da cama naquele dia, dormi de mal jeito, e estava super assustada pois nao conseguia me mover, e quem nao tem seguro de saude aqui, pode ser mais desesperador se precisar ir pro medico. Lucky, o pai das meninas eh medico cirurgiao (Ele visa mais pro lado de atletas) ele receitou um remedio pra mim que pude pegar no mesmo dia pra dor.

O que quero dizer com isso, que por ser baba temos o compromisso com a familia, eles dependem disso. Nao tinha carteira assinada, ou seguro de saude da parte deles (Acho importante conversar, se for pensar long term com a familia).  Minha relacao com a familia terminou, quando engravidei =) . Trabalhei ate os 8 meses, e fiz alguns dates nights e ate mesmo passei final de semana com as meninas e minha filha pra eles viajarem.

Eu so tenho que agradecer ha eles, tivemos uns desentendimentos sim, mas resolvemos entre nOs. Tudo que minha filha tem hoje sou eternamente agradecia ha eles. Cama, moveis, roupas ate 3 anos de idade, brinquedos, eles passaram tudo pra mim. E sempre me perguntava o pq eles guardavam roupas das meninas haha (ate entao nao tinha planos pra gravidez, e minha gravidez tambem nao foi planejada, foi presente).

O que nao tive como familia quando era Au pair, tive com esta familia Americana. Foi bom, cuidei as meninas como se fossem minhas. Sempre vou ter um carinho muito grande com eles.

E agora eu sou mamae.   




Share:
Aline Teodoro

0 comentários:

Postar um comentário

Follow by Email